“Saudação nazista não cabe em nenhum estilo musical que eu pertenço”, diz Bruce Dickinson

O vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, em entrevista à CBC, principal veículo de notícias do Canadá, deu sua opinião sobre um incidente que ocorreu esta semana em Vancouver. Durante a última música do show da banda Death Preacher um dos presentes fez a saudação nazista com o braço direito esticado e foi imediatamente expulso do show após ter se recusado a deixar o local. “Isso é totalmente inaceitável. Não nos meus shows” disse Joey Hockin, dono da Journeyman Productions, produtora do show.

O incidente chamou a atenção do lendário vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson: “É nonsense. Saudação nazista não cabe em nenhum estilo musical que eu pertenço”. Bruce prossegue: “Eu acho que as pessoas precisam um pouquinho mais de lições de história do que lições de ignorância”. “Pessoas neste pais – por todos os EUA, Canada e Grã-Bretanha — pais e avós, lutaram e morreram para construir um mundo aonde esse tipo de coisa não exista mais”.

O produtor do show, conclui: “Se você ver algo, diga. Fale pros nossos funcionários. Faça algo. Não deixe simplesmente acontecer. Porque quanto mais a gente deixa pra lá, mais isso vai crescer como um câncer em nossas comunidades”. Todo mundo tem direito a ter a sua opinião e sei que tem a questão da liberdade de expressão, mas é o meu show e eu estabeleço o limite: Sem nazis nos meus shows. Fim de papo”.

Fonte: Kiss FM