Robert Trujillo fala sobre o novo álbum do Metallica

Participando do podcast The Music, Robert Trujillo, baixista do Metallica, falou sobre o novo álbum da banda, sucessor de Hardwired … To Self-Destruct, que saiu em 2016.

Segundo Trujillo: “Nós temos uma zona que chamamos de The Tuning Room, que é um espaço onde podemos tocar e nos aquecer antes do show. Estamos sempre lá com ideias tudo é gravado, sempre. E depois, claro, em casa, todo mundo tem ideias para novas músicas. Death Magnetic foi, na maior parte, um esforço colaborativo. Hardwired foi mais centrado nas concepções de James, mantendo o espírito do que fizemos no álbum anterior. Estou animado com o próximo álbum, porque acredito que também será o ponto culminante dos dois discos e o ponto de partida de outra jornada. Não há falta de ideias originais, essa é a beleza de estar nessa banda. O novo disco virá muito mais cedo do que os dois anteriores . Desta vez eu acho que seremos capazes de fazer tudo muito mais rápido, entrar no estúdio e começar a trabalhar. Todos nós prometemos fazer isso mais cedo do que antes. Agora, em quanto tempo? Eu não sei. Nós estamos em turnê sem parar. Já faz mais de dois anos. Em algum momento, com certeza, nós vamos precisar dar um tempo. E será a coisa certa a fazer, pois estamos trabalhando duro para isso”.

+Estudo mostra que death metal traz alegria, não violência

De acordo com a Billboard, Hardwired … To Self-Destruct foi o décimo-segundo álbum da banda a vender mais de 1 milhão de cópias nos Estados Unidos desde que a Nielsen Music começou a fazer o levantamento desses dados, em 1991. No total, estima-se que o Metallica tenha vendido mais de 58 milhões de cópias apenas no mercado norte-americano. O best seller da banda nos EUA segue sendo o Black Album, com mais de 17 milhões de cópias comercializadas.

Fonte: Collectors Room