Robert Plant recusa contrato bilionário para volta do Led Zeppelin

O vocalista do Led Zeppelin, Robert Plant, decepcionou os fãs ao recusar uma proposta de mais de 500 milhões de euros – o equivalente a R$ 2 bilhões – para reunir a banda e realizar uma turnê de 35 shows. A informação é do jornal inglês Mirror e foi divulgada nesta segunda-feira. Segundo o jornal, Plant, 66 anos, teria rasgado o contrato depois de todos os membros do Led concordarem com a proposta. O documento foi elaborado por Sir Richard Branson, empresário do mundo da música e fundador da grupo Virgin. As 35 apresentações ocorreriam em três cidades: Londres, Berlim e New Jersey.

Brason estava ansioso pelo retorno da Led Zeppelin e estava se preparando para mudar o nome do jato que levaria o grupo para os shows para “The Starship”. Uma fonte ligada à banda afirmou que todos ficaram chocados quando Plant rasgou o contrato. “Todos concordaram, mas não tem volta. Eles jamais iriam adiante sem ele”, finalizou.

Fer Machado

Diretor Artístico Rádio UCSfm