Resgate dos meninos tailandeses vai virar filme

O caso dos garotos tailandeses presos em uma caverna girou o mundo e virou um chamariz também para a indústria cinematográfica. Após o resgate com sucesso, a Pure Flix, uma produtora cristã de filmes, já promete contar uma versão desta história nas telonas, de acordo com o Hollywood Reporter. O diretor geral e cofundador da Pure Flix —conhecida por filmes como Deus Não Está Morto (2014) —, Michael Scott esteve no local do resgate, por viver na Tailândia parte do ano.

A bravura e o heroísmo que testemunhei foram incrivelmente inspiradores, então, sim, vamos fazer um filme. Não é, necessariamente, cristão mas um filme que inspire as pessoas. É sobre honrar a vida dos envolvidos, inclusive o homem que morreu”, explicou Scott ao se referir a Saman Kunan, que não sobreviveu à tentativa de resgate.

Joan Osborne se apresentará em agosto pela primeira vez no Brasil

O filme deve ser produzido pela Pinnacle Peak, companhia que a Pure Flix usa para lançamentos mais mainstream. O diretor já quer alinhas roteiristas nas próximas semanas, para acelerar o projeto, estimado em gastar entre US$ 30 milhões e US$ 60 milhões – um valor alto em relação ao usual da produtora.

Fonte: UOL