Plantão do Rock UCSfm | A alma negra

Julho é o mês do Rock’n Roll na UCSfm e, durante o período que celebra o estilo musical mais cultuado no mundo, nós vamos te contar histórias, fatos e curiosidades do mundo do Rock:

 

Em 1954, Ray Charles adaptou a canção gospel It Must Be Jesus, dando a ela o nome de I’ve Got a Woman. O feito causou uma enorme polêmica, com Charles sendo acusado de “vulgarizar” uma canção religiosa, mas a intenção do genial cantor e pianista não tinha nada de perversa: ele queria levar o fervor e o êxtase do que se ouvia e cantava nas igrejas para a canção popular.

A “Soul Music”nasceu do rhythm and blues e do gospel, entre os negros. Durante a mesma época, o termo “soul” já era usado nos Estados Unidos como adjetivo, em referência ao afro-americano, como em “soul food” (“comida de alma”). Esse uso apareceu justamente numa época de vários movimentos sociais, tanto com a revolução dos jovens, como os movimentos antiguerra e antirracistas. Por consequência, a “música soul” nada mais era que uma referência à música negra, independentemente de gênero. E com What’d I Say, Ray Charles conseguiu e assim impulsionar o surgimento de um novo estilo: a soul music.

Central de Conteúdo UCSfm