Plantão do Rock UCSfm | O despertar

Julho é o mês do Rock’n Roll na UCSfm e, durante o período que celebra o estilo musical mais cultuado no mundo, nós vamos te contar histórias, fatos e curiosidades do mundo do Rock:

Desde que o refrão “one, two, three o’clock, four o’clock, rock”, de Rock Around the Clock, do saudoso Bill Haley, começou a ressoar nas rádios norte-americanas, em 1955, a presença do rock and roll tem mudado a existência de muitas pessoas nos quatro cantos do planeta.

Mas essa não foi a primeira gravação de rock and roll, tampouco a primeira gravação de sucesso do gênero. O próprio Bill  conseguiu sucesso nas paradas estadunidenses, dois anos antes, com Crazy Man, Crazy, e um ano mais tarde, em 1954, Shake, Rattle and Roll gravada por Big Joe Turner, e mais tarde pelo próprio Bill, chegava ao topo da parada da Billboard. É bom lembrar que as raízes do rock vieram do blues, do country, do rhythm and blues, e até mesmo da música gospel.

O desenvolvimento do rock and roll, portanto, foi um processo evolutivo, e não há um registro único que possa ser considerado “o primeiro” disco do estilo da história. Candidatos para o título de “primeiro disco de rock and roll” incluem Strange Things Happening Everyday da guitarrista, cantora e compositora de música gospel Sister Rosetta Tharpe (1944); Rock Awhile de Goree Carter (1949); Rock the Joint de Jimmy Preston (1949); Rocket ‘88 de Jackie Brenston and His Delta Cats (1951), estão entre os primeiros registros de rock da história. Rocket 88 é considerado por aficionados no estilo, a primeira obra do estilo rock.

De qualquer forma, a versão de Bill Haley para Rock Around the Clock, tornou-se um hino da juventude rebelde dos anos 1950, e é considerada a canção responsável por trazer o rock and roll ao estrelato. Confira alguns dos sons comentados no texto:

Central de Conteúdo UCSfm