Paul McCartney se arrepende de não ter ajudado Amy Winehouse

Em mais uma declaração reveladora de Paul McCartney, o músico compartilhou um arrependimento recente de sua vida. Conversando com a revista GQ, o ex baixista e vocalista dos Beatles fez inúmeras declarações fortes. Ele também afirmou se arrepender de não ter ajudado Amy Winehouse antes da morte. Segundo Macca, ele conheceu a cantora no European MTV Awards (EMA) de 2008, já sabendo dos problemas que Amy enfrentava com as drogas e a bebida.

[Uma] pessoa que conheci [naquele dia] foi Amy Winehouse, andando pelo corredor. E eu sabia que ela tinha um problema, e acabei apenas dizendo ‘oi’, ela disse ‘oi’. Depois disso, achei que realmente deveria ter corrido atrás dela — ‘Ei, Amy, ouça, você é muito boa, eu realmente espero que você…’ — e dizer algo para atravessar o desespero. E ela lembraria e pensaria: ‘Ah, sim, eu sou boa, tenho uma vida para continuar’. Mas você sempre tem esses pequenos arrependimentos”, disse Paul.

Smashing Pumpkins lança inédita ‘Silvery Sometimes’; ouça

Paul McCartney revelou também ter conhecido Kanye West, com quem trabalharia no futuro, naquela noite. A talentosa Amy Winehouse faleceu aos 27 anos de idade em 2011, vítima de uma intoxicação alcoólica.

Fonte: TMDQA | Foto: Divulgação