Paul McCartney lembra Lennon e participa de marcha contra as armas nos EUA

O beatle Paul McCartney participou de uma marcha de estudantes contra armas de fogo, em Manhattan, Nova Iorque, no último sábado (24). O evento foi organizado pelos sobreviventes do tiroteio de Parkland, na Florida. Dezessete pessoas morreram no ataque. McCartney lembrou da morte de John Lennon, vítima de um fã armado em 1980.

Um dos meus melhores amigos foi vítima da violência com arma de fogo perto daqui”, destacou Paul.

Caxias do Sul recebe mostra nacional de cinema a partir desta segunda

A Marcha por Nossas Vidas foi programada para ocorrer em 837 cidades dos EUA e de quase 40 países. A maior manifestação ocorreu na capital americana, onde estima-se que quase 500 mil pessoas tenham participado, número semelhante ao registrado na Marcha das Mulheres, em janeiro de 2017.

Fonte: Correio do Povo