Paul McCartney elogia versão indígena de ‘Blackbird’ criada por adolescente canadense

Uma adolescente canadense e os colegas de classe receberam elogios, inclusive da parte de Paul McCartney, por uma versão do clássico Blackbird dos Beatles cantado no idioma nativo, Mi’kmaq. A canção, inspirada no movimento dos direitos civis, foi escrita por Paul para o White Album dos Beatles, lançado em 1968. Confira:

Há uma versão incrível feita por uma menina canadense. Está no YouTube, em seu idioma nativo. É genial”, disse Paul durante um show em Lexington, Kentucky.

+ Exterminador do Futuro 6 | ‘É uma sequência direta do filme de 1991’, diz James Cameron

Com a ajuda dos professores e colegas de classe em Eskasoni, Nova Escócia, a cantora Ema Stevens, de 16 anos, gravou uma versão acústica para conscientizar sobre as línguas que estão em risco de desaparecer. O vídeo se tornou viral rapidamente depois de ser publicado no YouTube, onde foi visto mais de meio milhão de vezes. O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, também sugeriu a seus seguidores no Twitter que o vissem. Depois de ficar sabendo das palavras de Paul McCartney, Ema Stevens se entusiasmou tanto que ficou a beira das lágrimas em um programa da rede pública canadense CBC.

Cresci ouvindo os Beatles todos os dias. Meu pai é um super fã”, disse a adolescente.

Fonte: G1 | Foto: Divulgação