Paralamas do Sucesso reeditam ‘Severino’ em LP

O álbum ‘Severino’ será reeditado pelos Paralamas do Sucesso neste ano de 2019, no formato de LP, para lembrar os 25 anos deste disco incompreendido na época por críticos e pelo público. Produzido por Phil Manzanera, Severino saiu na década áurea do CD, mas também foi lançado com pequena tiragem em LP para quem quisesse apreciar com maior nitidez a arte gráfica criada por Gringo Cardia com inspiração no trabalho do artista plástico sergipano Arthur Bispo do Rosário (1909 – 1989), falecido há cinco anos.

Com pegada nordestina em músicas como Não me estrague o dia, o álbum Severino ampliou a veia portenha dos Paralamas na música El vampiro bajo el sol, parceria de Herbert Vianna com o roqueiro argentino Fito Paez. As sombras do álbum Severino foram dissipadas no ano seguinte pela luz emanada pelo solar álbum duplo Vamo batê lata (1995), disco ao vivo – acoplado com EP gravado em estúdio – que reconciliou os Paralamas do Sucesso com os críticos e com o público do Brasil, para alívio da gravadora EMI Music.

+ Amor de Leonard Cohen por Marianne é tema de documentário

Mas Severino, sétimo álbum de estúdio dos Paralamas do Sucesso, permaneceu como título atípico na discografia do grupo. Um alien. Um disco de ruptura – não desenvolvida pelo trio em posteriores álbuns de estúdio como 9 luas (1996) e Hey na na (1998) – que merece ser reouvido em LP na oportuna reedição comemorativa de 25 anos do disco.

Fonte: G1
Foto: Mauricio Valladares/Divulgação