Nirvana recusou convite para tocar no aniversário de Axl Rose

Quando o Nirvana estava no começo da carreira e ganhava rapidamente o mundo da música com Nevermind, icônico disco da banda, um de seus fãs era Axl Rose. Tanto ele quanto o Guns N’ Roses apoiavam a banda, ao ponto de um boné do Nirvana aparecer no clipe de Don’t Cry. Mas Kurt Cobain não se empolgava muito com o colega de profissão. De fato, quando Rose pediu para conhecê-lo durante um show, ele deliberadamente fugiu pela porta dos fundos do local.

+ The Struts e Karen Dió fazem dobradinha em ‘Body Talks’ para o TMDQA! Sessions

No começo, Axl não viu isso como uma negativa – talvez só um desencontro. Depois do incidente, ainda chegou a pedir para que o Nirvana tocasse em uma festa de aniversário dele, desejo negado por Cobain e Dave Grohl, conforme contou Danny Goldberg, ex-empresário da banda. O motivo principal dos integrantes do Nirvana evitarem o vocalista do Guns N’ Roses era a ideologia. Kurt sempre apoiou o direito de todas as minorias e, principalmente, o empoderamento feminino e a destruição do “macho man” que habitava quase todos os homens da indústria do rock. Para ele, as atitudes de Axl Rose não combinava com o que acreditava. Depois de um tempo, a relação entre os dois cantores já não era tão amigável. O desentendimento mais notável foi durante o MTV Music Awards de 1992. Nele, Kurt e a esposa, Courtney Love, provocaram Axl pedindo para ele ser o padrinho de Frances, filha do casal.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Kevin Estrada