Michael B. Jordan revela ter feito terapia para sair do vilão de ‘Pantera Negra’

Michael B. Jordan contou a Oprah Winfrey que o papel de Erik Killmonger em Pantera Negra obrigou o ator a fazer terapia para “se recuperar” da experiência de viver o vilão no filme da Marvel. Segundo informações da revista People, B. Jordan teria se forçado a ficar muito tempo sozinho para conseguir a introspecção necessária para dar vida a Killmonger.

Eu passei muito tempo sozinho. Tive que me isolar um pouco. Fiz o que senti que era necessário ou certo para cada um dos momentos. Mas, por outro lado, eu não tinha um plano de como sair do personagem. Ter me colocado naquele espaço mental de Killmonger o tempo todo acabou me afetando. Foi um pouco difícil me ajustar ao fato de que, na vida real, as pessoas se importavam comigo. A terapia me ajudou, e muito. As nossas mentes são tão poderosas que elas podem nos levar a lugares os quais nunca fomos antes. Como um homem, às vezes as pessoas acham que fazer terapia seria um sinal de fraqueza”, revelou Michael B. Jordan.

Spotify quer fazer plataforma de podcasts

Apesar da ótima interpretação do ator em Pantera Negra, ele não foi indicado ao prêmio máximo da indústria cinematográfica. Em contrapartida, o filme está concorrendo ao Oscar de Melhor Filme. Ele está em ação na continuação da franquia Rocky Balboa: Creed 2 segue em exibição nos cinemas.

Fonte: Rolling Stone | Foto: Divulgação