‘Ler para Ser’ é o tema da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul

A Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul apresentou nesta segunda-feira (9), o tema da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul. Ler para Ser vai nortear as ações do maior evento literário da Serra Gaúcha, que neste ano ocorre entre os dias 29 de setembro e 14 de outubro, na Praça Dante Alighieri. A edição tem como patrona a escritora Rejane Romani Rech. A escolhida como amiga do livro foi a professora Magda Regina Corsetti Torresini.

Almanaque da Música UCSfm | 09 de abril

Além do tema, outras novidades também foram apresentadas. A estrutura montada para receber a Feira do Livro, na Praça Dante Alighieri, terá um novo conceito de ocupação, com o intuito de valorizar o patrimônio histórico e potencializar as características do espaço. A redistribuição das 45 bancas entre as laterais e o centro da praça vai oferecer uma circulação mais arejada, com a possibilidade de criação de um espaço de convivência junto ao café da feira, que volta a ocupar o coração da praça. O chafariz também vai ser integrado ao projeto, permanecendo aparente.

Russell Crowe organiza leilão para pagar divórcio

Ainda haverá espaços de leitura, onde dois lounges vão ser criados junto aos bustos de Dante Alighieri e Júlio de Castilhos, na praça, para serem utilizados para ler. Nessa edição as bancas de temática infanto-juvenil vão ocupar a alameda da rua Marquês do Herval. Pela primeira vez, esse trecho da praça vai fazer parte do evento. Outros atrativos, como as áreas do Sesc e do Sesi, integram o espaço às margens da rua Sinimbu. Além do palco central, a Feira conta com um palco no espaço infanto-juvenil para apresentações temáticas. A avenida Júlio de Castilhos vai ser parcialmente fechada entre as ruas Marquês do Herval e Dr. Montaury para receber os ônibus de escolas.

‘Han Solo: Uma história Star Wars’ ganha novo trailer; assista

Outra novidade: toda a área de circulação da Feira do Livro vai ser coberta. Túneis vão fazer a ligação entre as alamedas, desde o desembarque dos ônibus. Uma estrutura também vai ser instalada entre a praça e a Casa da Cultura para favorecer o deslocamento até as atividades que acontecem no prédio, o que vai trazer conforto nos dias de chuva. Neste ano, a rua Dr. Montaury não vai ser fechada, mas fiscais da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) vão dar suporte no ponto aos pedestres.

Central de Conteúdo UCSfm