Flea : “Tirar a educação musical das escolas é ‘abuso infantil'”

Flea está bastante insatisfeito com os mandatários norte-americanos que querem cortar os programas de educação musical das escolas públicas de lá. O baixista do Red Hot Chili Peppers fundou a escola Silverlake Conservatory of Music em 2001, depois de saber do estado do ensino de música nos Estados Unidos (falta de instrumentos e aulas nas escolas). A entidade sem fins lucrativos começou pequena, mas já se expandiu para um prédio em Los Angeles e oferece, além de aulas gratuitas, cursos pagos de instrumentos populares ou de orquestra.

Tudo foi financiado pelo músico, que posteriormente passou a organizar eventos anuais para arrecadar dinheiro, nos quais já se apresentaram nomes como Pearl Jam, Metallica e Patti Smith. A próxima edição ocorre em 9 de setembro.

Flea comentou os cortes no investimento em arte da atual administração de Donald Trump. “Preocupo-me muito com as coisas que aquele cara diz, mas isso afeta meu modo de ver o mundo pessoalmente. Tirar a educação musical das escolas é abuso infantil. Mas não é só pela música, mas pela arte em geral. Trabalhando em comunidade, a gente vê o resultado. Encorajo todos a entrarem em contato com a comunidade que vivem e fazerem o que podem para ajudar. Há pessoas que não têm dinheiro, pessoas que não têm comida, educação e nem serviço de saúde. E, sim, mudar as coisas em nível fundamental e institucional é algo incrível, mas nós podemos pessoalmente fazer coisas na nossa comunidade que ajudam profundamente.”

O baixista finalizou comentando sobre a própria infância. “Quando eu era criança, tinha tudo para ter um monte de problemas”, ele acrescenta. “Corria pelas ruas, roubava, invadia casas, usava drogas. Eu estava matando aula e fumando maconha – basicamente destinado a ter problemas. E uma coisa que me manteve inteiro e que me fez seguir em frente foi a música. A única razão pela qual eu ia a escola era porque eu gostava de tocar na banda.”

Fonte: Rockline