Fã cria dicionário com as expressões usadas pelos Racionais MC’s

Precursores do rap nacional e com uma discografia impecável, o Racionais MCs foram responsáveis por revolucionarem o cenário da música brasileira e criarem uma aproximação com o jovem negro de periferia dos anos 1990 na capital paulista. As composições do grupo carregam uma identidade muito própria da região em que os integrantes viveram durante esses anos, Capão Redondo. Com isso, Hugo Cacique criou um dicionário que explica um pouco sobre os significados das gírias usadas por eles.

+  Greta Van Fleet lança nova música; ouça ‘Always There’

Dicionário Capão é um projeto de verbetes feitos à mão em cima de folhas de dicionário. O objetivo é que sejam publicados 400 desses verbetes. Hugo cresceu em um bairro próximo ao Capão Redondo ouvindo Racionais e esse dicionário é uma homenagem para o quarteto. “Eles são uma referência pra minha vida. Para mim, é o apreço pela palavra, em como usam de uma forma tão forte. É a arma deles. É a poesia enquanto arma.” Veja abaixo alguns dos verbetes publicados pelo jornal Metro.

PA.NO
s.m. roupa, vestimenta, indumentária: “Cordão que agride os pano de grife.”
(Eu Compro)

BOI
s.m.
moleza, indulgência: “Quer encontrar o vagabundo que esta vez não vai ter boi”
(Periferia é Periferia (Em Qualquer Lugar)

COR.RE
s.m.
correria, trampo, bico, tarefa, iniciativa: “E no corre do cash tem que ganhar mais que perder, financiar o seu sonho e acreditar em você”
(Eu Compro)

Fonte: Rolling Stone