Ex-Google funda religião que tem um robô como deus


Anthony Levandowski é um sujeito que ficou conhecido e admirado no Vale do Silício devido à sua experiência com robótica, embora o nome dele tenha ganhado contornos negativos recentemente. E agora o homem que desempenhou um papel importante para o desenvolvimento da automação veicular pode estar prestes a entrar nos holofotes novamente, mas por um motivo bem inusitado. O repórter Mark Harris, que escreve para o Backchannel, descobriu que Levandowski fundou uma organização religiosa que tem os robôs (sim…você não leu errado) como figura divina. Chamada Way of the Future, a entidade foi registrada em setembro de 2015, mas pouco se sabe sobre as intenções da religião.

A papelada de fundação indica apenas que a ideia da Way of the Future é “desenvolver e promover a realização de uma divindade baseada em inteligência artificial”, e que ela pretende, “através de conhecimento e devoção à divindade, contribuir para a melhoria da sociedade”. Levandowski aparece como CEO e presidente da organização, e não chega a surpreender que uma pessoa com a sua personalidade esteja por trás de algo do tipo. Ele foi um dos pilares para o desenvolvimento das iniciativas tanto do Google quanto da Uber no sentido de botar carros que dispensam motoristas nas ruas — tanto que ambas agora se enfrentam nos tribunais porque Levandowski teria levado tecnologia do Google para a Uber quando pulou de uma companhia à outra.

Fonte: Olhar Digital