Estudo indica que indústria da guitarra está crescendo

Entre todas as manchetes terríveis envolvendo a guitarra elétrica, como a crise da Gibson e o suposto declínio do instrumento, uma notícia animadora vem à tona. Um relatório da IBISWorld descobriu que a indústria da guitarra tem experimentado um crescimento sólido nos últimos cinco anos. Além disso, o estudo constatou que o mercado — que registrou uma taxa média de crescimento anual de 1,4% entre 2012 e 2017 — deve continuar em alta até 2022. Embora a revelação da crise da Gibson tenha deixado o mundo da guitarra em estado de alerta, não se tratava necessariamente de uma indicação do cenário geral.

Buddy Guy divulga música do novo disco; ouça

De acordo com a própria empresa, a falência surgiu em grande parte devido a atividades que não envolviam a produção de instrumentos. Conforme os documentos apresentados, as vendas das guitarras Gibson tiveram aumento no último ano. Os números globais envolvendo o instrumento também estão em ascensão. Segundo a NAMM, as vendas de guitarras subiram 28% nos últimos 10 anos. Embora o relatório não seja totalmente positivo, já que aponta que as receitas da indústria americana de instrumentos teve queda considerando os últimos dez anos, ainda não é hora de discutir a “morte” da guitarra. Ao que tudo indica, o instrumento viverá por muitos e muitos anos.

Fonte: Guilarload