“Estou perto do fim”, declara Ozzy Osbourne

O Príncipe das Trevas, Ozzy Osbourne, refletiu sobre a sua própria morte em uma recente entrevista para a Metal Hammer. Osbourne sugeriu que o motivo dele ainda estar vivo é pura sorte.

“Sim, eu penso sobre isso. Estou chegando perto do fim agora. Fazer 70 anos torna você ciente da mudança fenomenal que está acontecendo no mundo. É uma loucura. Tudo está acelerado em um nível ridículo agora. Você consegue fazer mais coisas em uma hora do que você poderia fazer em uma semana. Eu acho que a humanidade está se movendo muito rápido. Ainda não consigo trabalhar com um computador. Mas envelhecer faz você perceber como o tempo é valioso também. Eu odeio estar atrasado para qualquer coisa. Se você disser: ‘esteja lá às oito’, estarei lá às sete e meia. Eu odeio me atrasar. Isso é motivo de discussão lá em casa o tempo todo. Minha esposa nunca chegou cedo em sua vida”.

+ Filme contará a história do Sex Pistols

Em outra entrevista para à revista Metal Hammer, Osbourne disse que se tivessem perguntado para ele há alguns anos até que idade ele achava que viveria, ele teria dito: “Eu vou estar morto até os 40!”. Na entrevista, ele falou sobre a primeira vez em que tentou largar as drogas e que nunca imaginou que chegaria o dia em que ele preferiria a sobriedade. “A sorte me acompanhou a vida inteira. Não seria surpresa para ninguém se algum dia publicassem a manchete ‘Ozzy Osbourne é encontrado morto em quarto de hotel’. Você não pensaria ‘Nossa, é sério?’, mas sim ‘Claro, obviamente’”.

Fonte: Collectors Room