Empresa lançará primeiro tênis feito com chiclete reciclado

Se você já pisou num chiclete na rua, você pode não saber, mas foi vítima de um problema global: só na Holanda, cerca de 1.500 toneladas de chiclete vão parar na rua a cada ano. O custo para limpar essa sujeira é de milhões de euros por ano, e o chiclete leva de 20 a 25 anos para começar a se decompor, o que o torna um problema ambienta. Por isso, três organizações se uniram para fazer um tênis com esse chiclete.

A organização de marketing municipal Iamsterdam, a empresa de sustentabilidade Gumdrop e a empresa de design Explicit Wear criaram o Gumshoe, um tênis cujas solas são feitas com chiclete retirado das ruas. Um quilo de chicletes são o suficiente para solar quatro pares do Gumshoe – o resto do calçado é feito de couro.

Criar solas de sapato a partir de chiclete é possível porque, como os envolvidos descobriram, um dos principais ingredientes das gomas de mascar é borracha sintética. Essa borracha, de acordo com o vídeo abaixo, pode ser decomposta usando técnicas já conhecidas de reciclagem. As instituições fizeram esse processo e, na sequência, usaram os produtos para criar um novo material chamado “Gum-Tec”.

Em entrevista ao The Verge, um dos colaboradores do projeto, Jonathan Van Loon, disse que o material resultante tem até mesmo cheiro de chiclete – mas não é grudento. A ideia da colaboração também é dar mais publicidade ao problema e, potencialmente, encontrar mais aplicações para o novo material.

Na sola do tênis há um mapa da cidade de Amsterdam, de onde foram retirados os chicletes que a compoem – a empresa também pretende criar produtos semelhantes em outras grandes cidades do mundo nas quais o chiclete seja um problema grave também. E a ideia é criar um plano de ressolamento – assim, quando o tênis estiver velho, os donos podem levá-lo para receber uma nova sola feita com chiclete reciclado.

Mas ainda leva algum tempo para que o tênis chegue às ruas. A expectativa é que o Gumshoe de Amsterdam se torne disponível de junho, nas cores rosa, vermelho e preto. E o preço quando ele for lançado será de 190 euros (cerca de R$ 800 na conversão direta).

O vídeo abaixo mostra mais do projeto:

Fonte: Olhar Digital