Em carta, elenco de ‘Guardiões da Galáxia pede volta de James Gunn

Chris Pratt, Zoe Saldana, Bradley Cooper, Vin Diesel e outros cinco atores de Guardiões da Galáxia assinam uma carta em defesa do diretor James Gunn, divulgada nesta segunda-feira (30). Gunn, que dirigiu os dois primeiros filmes da franquia, foi dispensado do comando da próxima sequência no último dia 20. A atitude da Disney foi motivada por comentários antigos sobre pedofilia e estupro feitos pelo diretor no Twitter, informou o site Deadline. Em nota, ele pediu desculpas e disse entender a decisão.

+ Leia a carta do elenco de ‘Guardiões da Galáxia’, na íntegra

No texto, o elenco diz ter esperado 10 dias antes de dar uma declaração para “pensar, rezar, ouvir e discutir” o assunto. Nesse tempo, alguns atores, incluindo o próprio Pratt, divulgaram comunicados individuais. Petições de fãs também foram criadas na internet para pedir a recontratação de Gunn.

Cada um de nós está ansioso para trabalhar com nosso amigo James de novo no futuro”, diz a carta.

Para celebrar 60 anos, Madonna cria fundo de arrecadação para Malaui

O ator que interpreta o Senhor das Estrelas acrescentou em um post no Instagram que, “embora não apoie as piadas inapropriadas de anos atrás” feitas por Gunn, “adoraria vê-lo reintegrado como diretor” do terceiro filme. A carta divulgada pelo elenco da saga também discute o contexto da demissão repentina de Gunn, citando o que chama de “tribunal da opinião pública”.  James Gunn escreveu e dirigiu os dois primeiros Guadiões da Galáxia, que arrecadaram mais de US$ 1,6 bilhão em bilheteria no mundo todo. Ele estava confirmado para repetir seu papel na terceira produção, com estreia prevista para 2020.

Fonte: