Elon Musk quer fazer o que Bill Gates não conseguiu: banda larga via satélite

Nem somente de promover automóveis da Tesla vivem os testes da Space X, a empresa de exploração espacial de Elon Musk. Na última quarta-feira (14) ela ganhou também a permissão do governo americano para tentar desenvolver um sistema de internet banda larga por meio de satélites. Com a aprovação do FCC (Federal Communications Commission), nos Estados Unidos, é possível que os primeiros testes sejam realizados já no próximo sábado (17), na Califórnia.

Você pode virar ‘dono’ de uma música do Prince por R$ 1,5 milhão

A ideia é o usar o foguete Falcon 9 para transportar um satélite da empresa espanhola Hisdesat e mais dois da própria Space X (Microsat-2a e Microsat-2b) e assim, de acordo com os planos de Musk, fazer a exploração comercial dos satélites para financiar os custos de criar uma cidade em Marte.

Há por parte do governo americano uma boa vontade em ajudar a viabilizar o projeto e incentivar tecnologias e investimentos que possam trazer conectividade para diversas áreas ainda sem cobertura de internet. Estima-se hoje que mais de 15 milhões de pessoas nos Estados Unidos, em áreas rurais ou indígenas, não tenham conexão com a web. Os satélites podem gerar uma conexão equivalente a 1 gigabyte por segundo.

Fonte: AD News