Doris Day, uma das atrizes mais icônicas dos EUA, morre aos 97 anos

Doris Day, atriz e cantora americana, morreu aos 97 anos. Segundo a fundação que leva o nome da artista, ela morreu na manhã desta segunda-feira (13) em Carmel Valley, no estado americano da Califórnia. Doris Mary Ann Kappelhoff nasceu em 1922 na cidade americana de Cincinnati, filha de um professor de música e uma dona de casa. Ela atuou em filmes famosos nos anos 1950 e 1960, como Ama-me ou esquece-me (1955), Volta meu amor” (1961) e Confidências à Meia-noite (1959), pelo qual foi indicada ao Oscar. Em 1989, ganhou o prêmio especial do Globo de Ouro, chamado Cecil B. DeMille, pela sua carreira. Também venceu três vezes o Globo de Ouro, na categoria atriz favorita do cinema mundial. Em 2004, foi condecorada pelo então presidente americano George W. Bush com a Medalha Presidencial da Liberdade, a honraria civil mais importante dos EUA.

+ Iron Maiden | Divulgadas as informações sobre venda de ingressos

Com sorriso, simpatia e cabelos loiros, a atriz foi estrela de sucessos de bilheteria. Doris Day era considera pelos críticos de cinema da época como uma versão alternativa (e um pouco mais “inocente”) de Marilyn Monroe. Após o programa de TV The Doris Day Show, entre 1966 e 1973, ela diminuiu o ritmo da carreira como atriz e cantora e passou a se dedicar à proteção dos animais, com a criação de uma fundação. Doris Day deixa um filho e um neto.

Fonte: G1 e Observatório do Cinema | Foto: Divulgação