Documentário sobre Joe Cocker está disponível na Netflix

Entrou recentemente no catálogo da Netflix o documentário “Joe Cocker: Mad Dog with Soul”, filme de John Edginton (diretor também de “Pink Floyd: The Story of Wish You Were Here”) sobre a trajetória do cantor britânico morto em dezembro de 2014.

Cocker foi um dos maiores intérpretes do seu tempo – reconhecido por Ray Charles, para ele um “deus”, como sua melhor imitação. Recebeu, em vida, algumas honrarias – como cantar ao lado de Paul McCarney, Eric Clapton e Ozzy Osbourne no Party At The Palace, o famoso show que celebrou o Jubileu de Ouro da rainha Elizabeth II e atingiu 15,1 milhão de telespectadores em 2002 – mas morreu sem o devido reconhecimento. Jamais entrou, por exemplo, no Rock and Roll Hall of Fame, embora tenha realizado o que, na opinião de muitos, inclusive no filme, foi a maior performance da história do rock, quando cantou sua versão visceral de “With a Little Help From My Friends” em Woodstock.

Desde sua ascensão em Woodstock até suas batalhas com o vício, o documentário “Joe Cocker: Mad Dog with Soul” narra a vida turbulenta e o talento único do cantor, que simbolizou durante anos o que talvez tenha sido a voz e a estética de um tempo de turbulência e rebelião. O cabelo desalinhado, as roupas amarrotadas, a tremedeira no palco, quando tocava uma guitarra imaginária: tudo é analisado por amigos e parceiros de trabalho de Cocker, descrito por quase todos como uma pessoa doce e amigável, mas distante e incontrolável à medida que se afundava nas drogas (qualquer uma) e na bebida.

Assista ao trailer e saiba mais: “Joe Cocker: Mad Dog with Soul”

Sky Arts Trailer

Counting down. One month today, the new documentary, “Joe Cocker: Mad Dog With Soul” will be premiered on Sky Arts in the UK as part of the Sky Arts Rocks series.Watch the trailer now.

Posted by Joe Cocker on Wednesday, March 22, 2017