Correspondência com fita do Journey é confundida com pacote de bomba nos EUA

A recente onda de e-mails enviados a destacados democratas e meios de comunicação colocou muitas pessoas em alerta sobre pacotes suspeitos. No início da manhã da última terça-feira (30), a polícia foi chamada em um prédio em Charlotte, para investigar uma correspondência suspeita de ser um explosivo, mas, felizmente, o conteúdo do pacote era simplesmente uma fita cassete do Journey. Conforme a imprensa local, a sala de correspondência no Edifício Duke Energy recebeu um envelope pardo que era de fora do estado e endereçado à mão. Os funcionários chamaram a polícia, que trouxe um esquadrão antibomba e uma unidade K-9 para investigar.

Bruce Dickinson é nomeado cidadão de honra de Sarajevo

O prédio foi evacuado e as estradas próximas foram fechadas. No entanto, era um alarme falso, embora os motivos do remetente para enviar a fita, ainda não são conhecidos. Na última semana, bombas foram enviadas para 14 endereços, incluindo o ex-presidente Barack Obama, o ex-vice-presidente Joe Biden, os escritórios de Nova York da CNN e vários outros democratas e críticos da administração Donald Trump, como o ator Robert De Niro. Em todos os casos, os pacotes foram interceptados antes que pudessem causar qualquer dano.

Fonte: Kiss (via Ultimate Classic Rock)