Coringa | ‘Joaquin Phoenix confundia colegas em gravações’, revela diretor

Joaquin Phoenix é um dos maiores nomes do cinema atual. O ator sempre é elogiado por um trabalho impecável e amado pelos fãs. No entanto, isso vem com uma alta carga de cobrança pessoal. O diretor Todd Phillips, de Coringa, contou ao The New York Times o que isso fazia com Joaquin Phoenix, o protagonista, durante as gravações. Os colegas do astro sempre ficavam confusos.

No meio da cena, ele simplesmente saía. E alguns dos atores achavam que era com eles e nunca era com eles – era sempre com ele porque não estava sentindo a atuação”, contou o cineasta.

+ Rock in Rio | Confira lista de itens proibidos no festival

Conforme o diretor, Joaquin Phoenix sempre parava para dar um tempo, mas tinha o pensamento positivo.

Nós vamos dar uma caminhada, vamos voltar e fazer isso bem”, dizia o astro para o cineasta.

Apenas um ator não passou por essa situação com Joaquin Phoenix: Robert De Niro, a outra estrela de Coringa, no papel do apresentador Murray Franklin.

Joaquin foi muito intenso no que ele estava fazendo, como deveria ser e como ele deveria ser. Não há nada para falar pessoalmente do lado, ‘Vamos tomar um café’. Apenas vamos fazer as coisas”, declarou De Niro ao mesmo jornal.

Todd Phillips (Se Beber, Não Case!) dirige o filme e também assina o roteiro ao lado de Scott Silver (O Vencedor). A produção ainda conta com o astro Bradley Cooper. Lembrando: Coringa estreia nos cinemas brasileiros em 3 de outubro.

Fonte: Observatório do Cinema | Foto: Divulgação