Com música nova, Ana Cañas pede respeito às mulheres

A cantora Ana Cañas lançou música e clipe novos, durante show no Centro Cultural São Paulo no último sábado (13). RESPEITA é o nome da canção, que tem um significado especial para a artista. “Levei 20 anos para escrever essa música. Levei 20 anos para entender que a força que emanamos do coração, com toda a nossa verdade, se transforma em luz e beleza. Que a dor se transmuta em amor. E que eu não estou sozinha. Uma canção que aborda diretamente a violência, o abuso, a humilhação e a agressão contra a mulher. Eu, ana paula, sou vítima de assédio sexual. E falar sobre essa dor sempre me rasgou a alma. Mas decidi, por mim e por TODAS, que esse silêncio deve ser quebrado. Ele tem que acabar. Que a não-denúncia favorece imensamente os agressores. E ‘tâmo’ aí. ‘Tâmo’ chegando. Na luta. No amor. Na consciência”, comentou a cantora, em suas redes sociais.

Produzida pelo duo Instituto (Rica Amabis e Tejo Damasceno), a canção ganhou clipe com direção de Isadora Brant e João Wainer. Além disso, e principalmente, conta com a participação de 86 mulheres que estão na linha de frente da resistência e militância feminista.

Maria da Penha, Elza Soares, Eliane Dias, Mariana Lima, Carmen Silva, Cacique Márcia da Aldeia Jaraguá, Paula Saccheta, Jackie Brown, Preta Rara, Marlena Bergamo, Karina Buhr, Sophie Charlotte, Maureen Birsilliat, Vera Egito são alguns dos nomes que aparecem no clipe.

“Juntas, somos. Eu não consigo realizar em palavras a emoção desse momento. Muito, muito obrigada! Esse é um daqueles momentos em que a alma explode, realizada”, destacou Cañas.

Fonte: Cultura ao Minuto