• ‘Ciranda do Pensamento’ debate a preservação da intimidade nesta quarta, em Caxias


    A edição da Ciranda do Pensamento do mês julho ocorre às 19h30 desta quarta-feira (19), no Centro de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho, em Caxias do Sul. O tema do encontro é “Onde foi parar a preservação da intimidade?” e conta com a presença de três painelistas: o psiquiatra Caetano Fenner Oliveira, o psicólogo Dornelis Benato e o sacerdote Jocimar Romio. Eles vão debater sobre as diferentes naturezas das mídias sociais que podem deixar as pessoas confusas diante das facetas e personagens das plataformas virtuais. A entrada é gratuita.

    Central de Conteúdo UCSfm

  • Conheça o ‘Bot Dylan’, computador criado para compor músicas folk


    A pesquisa científica no campo da Inteligência Artificial não cansa de nos deixar de boca aberta. Recentemente, pesquisadores da Kingston University e da Queen Mary University, ambas em Londres, anunciaram a criação de um computador criado para compor músicas folk. Chamado de Bot Dylan em homenagem ao mestre do cancioneiro popular anglo-saxão, esse sistema foi programado para identificar e reproduzir os padrões que caracterizam a música tradicional do Reino Unido a partir da análise de 23 mil composições de folk irlandês. Até agora, a máquina já desenvolveu mais de 100 mil músicas novas. Ouça uma das composições de Mr. Bot Dylan:

    Fonte: Noize

  • #FicaDica | Empresa japonesa lança dispositivo que avisa se você estiver cheirando mal


    Uma empresa japonesa chamada apresentou, nesta quinta-feira (13) um dispositivo que se conecta ao smartphone para informar ao usuário quando ele estiver fedendo asa cheirando mal . O aparelho tem o tamanho de um celular pequeno e foi batizado de Kunkun Body. Ele pode ser usado para detectar e analisar odores em quatro áreas do corpo: perto da cabeça, atrás da orelha, embaixo da axila e próximo dos pés. Se identificar algum problema, o dispositivo faz alertas pelo smartphone.

    A responsável pela criação é mais conhecida por atuar nos mercados de câmeras e impressoras, mas resolveu fazer um desvio porque a questão do odor corporal é tabu no Japão — naquele país tem até termos específicos para “assédio de cheiro” no ambiente de trabalho. O produto está disponível para compra por 30 mil ienes, o que dá pouco mais de R$ 850 em conversão direta. Só que os brasileiros talvez nunca consigam adquirir uma unidade, já que a empresa não tem planos de lançar a novidade fora do Japão.

    Fonte: Olhar Digital