• Diretor da Disney confirma filmes da Marvel e ‘Star-Wars’ no serviço de streaming da empresa


    Recentemente, nós ficamos sabendo que a Disney estava planejando criar o seu próprio serviço de streaming, aos moldes da Netflix e que, com isso, nós veríamos alguns títulos da empresa sendo retirados do catálogo até 2019. O CEO da Disney, Bob Iger, contou um pouco mais especificamente como isso vai ocorrer e se isso envolveria os filmes da Marvel e de Star Wars.

    De acordo com o The Hollywood Reporter, Iger haveria dito na Conferência de Comunicações e Entretenimento Bank of America Merrill Lynch 2017 Media, que o seu serviço de streaming direto ao consumidor chegaria em 2019 contendo os filmes da Marvel e de Star Wars, e que o estúdio produziria quatro ou cinco filmes originais, planejados exclusivamente para o App da Disney. Além disso ele também disse que aproximadamente 500 filmes da biblioteca Disney vão estar disponíveis em adição à mais de 7 mil episódios de TV.

    Aparentemente a Disney não está para brincadeiras nessa história.

    Fonte: Legião dos Heróis

  • Site que convertia vídeos do YouTube para MP3 fecha as portas


    A indústria fonográfica conseguiu mais uma vitória e um popular site de conversão de vídeos do YouTube em arquivos MP3 vai sair do ar. O YouTube-mp3.org enfrenta desde o ano passado um processo feito pela Recording Industry Association of America (RIAA), órgão vinculado às gravadoras norte-americanas, por violação de direitos autorais. A argumentação por parte da RIAA é que, ao permitir que qualquer vídeo do YouTube seja transformado em arquivo musical para ser reproduzido onde o usuário desejar, o YouTube-mp3 ameaça as receitas da indústria fonográfica, o que pode ser considerado pirataria.

    De acordo com o TorrentFreak, as partes envolvidas chegaram a um acordo e o domínio YouTube-mp3.org foi repassado para a RIAA. O YouTube-mp3 era usado por milhões de pessoas diariamente, mas aparentemente chegou ao seu final. O site segue no ar, mas não permite mais a conversão de vídeos. É questão de tempo até que ele seja definitivamente desativado.

    Fonte: Olhar Digital

  • Feliz aniversário, Google! Gigante das buscas faz 19 anos nesta segunda


    O que você estava fazendo em 4 de setembro de 1998? Talvez muitos não se lembrem, mas para Larry Page e Sergey Brin esse é um dia especial – afinal, foi nesta data que eles preencheram toda a papelada necessária para criar a Google Inc., quando ainda eram estudantes da Universidade de Stanford. Claro que, como qualquer outra empresa de tecnologia em seus dias iniciais, a Google talvez não tivesse planos de se tornar o que é hoje, pois contava apenas com o seu sistema de buscas criado com o auxílio dos US$ 100 mil que foram repassados pelo cofundador da Sun Microsystem. No início de 2000 o sistema de busca já estava disponível em dez outros idiomas além do inglês (francês, alemão, italiano, sueco, finlandês, espanhol, português, holandês, norueguês e dinamarquês), e em junho deste mesmo ano ele contava com um bilhão de URLs indexadas.

    Também devemos lembrar que, atualmente, a Google mantém o YouTube sob as suas asas (aliás, o site de vídeos foi adquirido por US$ 1 bilhão 650 milhões em 2006), além de ser a responsável pelo Mapas, pelo Earth, pelo Android e muitos outros produtos que já se tornaram referência para os amantes de tecnologia. Sendo assim, só nos resta desejar parabéns pelos 19 anos da empresa, e torcer para que no futuro ela nos traga muitas outras novidades.

    E você, tem um produto favorito da gigante das buscas ou alguma lembrança envolvendo algo criado pela Google?

    Fonte: Tecmundo