Canções do Village People passam por processo judicial

Já faz algum tempo que o Village People está longe dos holofotes. Mas, na última segunda (09/02), teve início um processo judicial para determinar quem compôs 24 canções do grupo americano formado no final dos anos 1970, incluindo o hit “Y.M.C.A.”.

Em maio de 2012, um integrante do grupo original, Victor Willis, conseguiu que um juiz da Califórnia assegurasse parte dos direitos autorais das canções a ele. Com a decisão, os ganhos de Willis (que aparecia fantasiado de policial ao lados dos demais integrantes – um índio, um cowboy, um soldado, um motociclista e um operário)aumentaram em 20%.

De acordo com as alegações do músico, porém, as músicas foram compostas em parceria apenas com um dos produtores do grupo, Jacques Morali, o que significaria uma divisão em 50%.

As empresas responsáveis pelos lançamentos, indicam um terceiro autor, Henri Belolo, o outro produtor da banda na época. A alegação é de que as canções são originalmente francesas e foram adaptadas por Willis, que negou a participação de Belolo. As empresas defendem que Willis deve receber, no máximo 33%, da divisão.

A acusação mais poderosa contra Willis é de Felipe Rose, um dos fundadores do grupo. Rose deve dizer que presenciou Belolo e Morali trabalhando juntos em “Y.M.C.A.” e outras faixas. Para rebater isso, Willis tem sua nova esposa, Karen, que compilou um grande arquivo com entrevistas de Rose, nas quais ele nunca cita Belolo como compositor.

Estima-se uma perda de US$ 30 milhões caso as canções de Willis sejam relacionadas às composições francesas.

Fonte Billboard

 

Fer Machado

Diretor Artístico Rádio UCSfm