Brian May sugere novo Live Aid para combater mudanças climáticas

Brian May, guitarrista do Queen, espera a produção em breve de um gigantesco concerto como o Live Aid, de 1985, para alertar as autoridades mundiais sobre os perigos das mudanças climáticas. Numa entrevista para o Daily Mirror, o músico relembrou o empenho da classe artística para realizar os shows simultâneo nas cidades de Londres, na Inglaterra, e Filadélfia, nos Estados Unidos. Ao dizer para o jornal inglês que o evento, idealizado por Bob Geldof e Midge Ure com o objetivo de arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia foi o maior de sua vida, May reconheceu que outro programa nos moldes do Live Aid seria ideal para combater a inércia dos governantes dos principais países contra o aquecimento global.

Provavelmente seria necessário que a geração mais nova enfrentasse essa situação com coragem”, disse May, acrescentando que os músicos de sua geração devem ajudar no que for possível.

+ Disney anuncia datas de filmes até 2027, com três ‘Star Wars’ e atraso de ‘Avatar’

No entanto, o guitarrista do Queen acredita que um show nos moldes do icônico concerto dos anos 1980 deve ser mais difícil de ser produzido atualmente.

As pessoas assistiram a muitos shows desde que o Live Aid surgiu com o objetivo de resolver os problemas do mundo, então não é tão fácil quanto parece”, admitiu.

Fonte: Rádio Rock | Foto: Divulgação