Apple é processada após admitir que reduz velocidade de iPhones antigos

Nesta semana, a Apple confirmou o que muitos consumidores da marca suspeitavam: a empresa reduz, de propósito, a performance de iPhones mais antigos com o passar do tempo. Agora, diversos usuários estão processando a empresa por conta dessa prática. De acordo com Business Insider, o primeiro processo surgiu em Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos. Um consumidor chamado Stefan Bogdanovich diz que a Apple está lhe causando “sofrimento” ao deteriorar a qualidade do seu iPhone 7 para “forçá-lo a comprar um iPhone mais moderno”.

+ ‘Star Trek’ | Filme produzido por Quentin Tarantino contrata roteirista de ‘O Regresso’

Por sua vez, a Apple diz que não faz isso para forçar os usuários a comprar iPhones novos. Segundo a empresa, a tática é utilizada para preservar a bateria. Conforme envelhecem, as baterias de íon de lítio tendem a se desgastar e perder autonomia. Reduzindo a velocidade do aparelho, o iOS acaba exigindo menos da bateria e, em tese, prolongando sua vida útil.

A revelação veio depois que um estudo da Primate Labs constatou justamente isso: a Apple reduz a velocidade de iPhones mais antigos para prolongar a vida útil da bateria. Nos testes do laboratório, foi constatado que é possível até mesmo fazer um iPhone 6 ficar mais rápido que um iPhone 6s apenas trocando sua bateria por uma nova.

Fonte: Olhar Digital