Após críticas, filho de Chorão diz que show do Charlie Brown Jr. não será volta da banda

Depois de anunciar a volta do Charlie Brown Jr., o filho do cantor Chorão, Alexandre Abrão, utilizou o Instagram para esclarecer o que chamou de “um mal-entendido”. Ao lado de Marcão Britto, Heitor Gomes e Pinguim, ele afirmou que o show anunciado para esta sexta, no aniversário de São Paulo, não marcará o retorno da banda e sim um encontro para honrar o grupo e seu legado.

Quando a gente iniciou esse projeto, lá em 2014, o intuito dele sempre foi celebrar a vida do Charlie Brown Jr. Sempre foi celebrar a história do Charlie Brown Jr. Nós sabemos que não existe Charlie Brown sem o Chorão. E a gente não quer substituir o Chorão. A gente não quer substituir o Champignon. A gente não vai lançar músicas novas. Isso não é uma banda nova, a banda não vai voltar”, afirmou.

Canções inéditas do ABBA devem ser lançadas no fim do ano

O filho de Chorão ainda aproveitou os vídeos para falar sobre problemas envolvendo o guitarrista Thiago Castanho. No último sábado (19), o comunicado da banda dizia que o músico participaria do show, mas logo depois da divulgação foi informado que ele havia desistido “por um motivo de saúde”. No mesmo dia, Thiago reagiu e disse que as informações não procediam:

O Charlie Brown Jr. não vai voltar, porque Charlie Brown Jr. sem Chorão não existe. Não faço parte deste tributo”, afirmou ainda no sábado, ocasião em que ele contou estar bem de saúde.

Em meio à polêmica, o guitarrista Marcão Britto, único integrante da formação original no projeto, colocou panos quentes. Após festejar a “volta” do grupo no sábado passado, ele publicou vídeos definindo a apresentação de sábado como uma “celebração” ao Charlie Brown Jr. – assim como eventos realizados em 2014 e 2016. Marcão ainda prometeu um “show interativo” e adiantou a “presença” de Chorão cantando músicas.

Fonte: Correio do Povo | Foto: Divulgação